06 NOV 2012: VIII Fórum Instituto Acende Brasil - Povos Indígenas e o Setor Elétrico


Objetivos:
  • Discutir alternativas para conciliar geração de energia e os interesses dos povos indígenas
  • Apresentar proposta de regulamentação para a exploração de potencial hidráulico em terras indígenas;
  • Propor critérios para a participação dos povos indígenas em empreendimentos que os afetem;
  • Avaliar fontes de receita e propostas de programas para melhoria das condições de vida dos povos indígenas
  • Promover debate entre empresários, acadêmicos, representantes dos povos indígenas e autoridades

A relação entre os povos indígenas e o setor elétrico é tema de debate em Brasília

O Brasil tem nos rios sua principal fonte de geração de energia elétrica. De todo o potencial hidrelétrico brasileiro, 250 mil MW de potência, 30% foram aproveitados. O maior potencial disponível é na bacia do rio Amazonas (100 mil MW) do qual menos de 1% foi explorado.

Metade do potencial da bacia do rio Amazonas interfere em unidades de conservação ou terras indígenas. Não existe a possibilidade de planejar e construir estas usinas sem avaliar em profundidade as interferências que elas provocarão em terras indígenas e as alternativas para reduzir este impacto.

A relação entre o setor elétrico e os povos indígenas é o tema do VIII Fórum Instituto Acende Brasil “Povos Indígenas e o Setor Elétrico”, que acontece no dia 6 de novembro de 2012, em Brasília-DF.

Autoridades do governo, especialistas do setor elétrico, professores universitários e representantes de povos indígenas debatem “quem”, “quando” e “como” poderia ser desenvolvida a interface entre os povos indígenas e a construção de hidrelétricas.

O objetivo do VIII Fórum é identificar caminhos para a exploração de potencial hidráulico em harmonia com a preservação de terras indígenas; discutir a viabilidade de reorganizar a estrutura da compensação financeira; e avaliar propostas de programas para melhoria das condições de vida dos povos indígenas.

Manter uma relação aberta e transparente é essencial para que se garanta a expansão do setor elétrico sem incertezas no processo com a manutenção da qualidade social e ambiental.

O Instituto Acende Brasil, Observatório do Setor Elétrico Brasileiro, organiza e promove este evento.

VIII Fórum Instituto Acende Brasil
"Povos Indígenas e o Setor Elétrico"

Local: Centro de Convenções Brasil 21 – Brasília – DF
Endereço: SHS Quadra 06, Lote 1, Conjunto A, Bloco G
Data: 6 de novembro de 2012
Inscrições gratuitas
Informações com Melissa de Oliveira
(11) 3704-7733 – melissa.oliveira@acendebrasil.com.br
www.acendebrasil.com.br

Programação:
8h30 – Credenciamento
9h00 – Debate
10h30 – Intervalo
11h00 – Debate
13h00 – Encerramento

 

Mediador:

• Sidney Rezende
Globonews

Debatedores:

Francisco Romário Wojcicki
Secretário-Executivo Adjunto do Ministério das Minas e Energia

Gil Maranhão Neto
Diretor de Novos Negócios IPR GDF Suez Brasil

• Maria Augusta Boulitreau Assirati
Diretora de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável da FUNAI

• Rogério Duarte do Pateo
Prof. Dr. de Antropologia da UFMG

Silvio Albuquerque
Ministro Chefe de Temas Sociais do Itamaraty

Taravy Kayabi
 Líder da Aldeia Kururuzinho



INSTITUTO ACENDE BRASIL

SÃO PAULO

Rua Joaquim Floriano, 466
Edifício Corporate, Cj. 501 - 5º Andar
CEP 04534-004, Itaim Bibi
São Paulo, SP, Brasil
Telefone: +55 (11) 3704-7733
© 2013, Instituto Acende Brasil